PT|

EN|

FR|

IT|

RU|

ES

Marca :: ABPM

North Star e ÍGNEA se filiam a ABPM

Publicada no dia 19 de Setembro de 2022

North Star e ÍGNEA se filiam a ABPM

A adesão de mais duas novas empresas reforça a referência que a entidade representa junto ao setor mineral brasileiro

 

Mais dois pedidos de filiações foram aprovados pela diretoria da ABPM, para as empresas North Star Refino de Metais Preciosos e ÍGNEA Geologia e Meio Ambiente para a Associação Brasileira das Empresas de Pesquisa Mineral e Mineração (ABPM). A entrada de novas empresas na entidade só reforça o sentimento de que se está trabalhando do rumo certo, por uma mineração brasileira competitiva e sustentável. Assim, a diretoria da ABPM dá boas-vindas aos novos filiados.

 

 “Novas empresas que atuam no setor de mineração no Brasil para o quadro de associados da ABPM aumenta a representatividade da entidade e eleva o seu poder de interlocução perante os poderes constituídos”, destaca Luís Maurício Azevedo, presidente da ABPM.

 

Fundada em 2017 pela OMEX, uma das líderes no comércio de ouro no Brasil, juntamente com investidores internacionais, a North Star está  em fase  de implantação  em Belém de  uma moderna  unidade industrial  com capacidade inicial para refinar 24 toneladas por ano e adotará padrões internacionais de segurança e compliance para garantir refino responsável de ouro no Brasil. Focada no refino responsável de ouro no Brasil,  North Star  busca se estabelecer como uma das maiores indústrias refinadoras do país, tornando a produção verticalizada e agregando valor ao produto nacional.

 

 Já ÍGNEA Geologia e Meio Ambiente atua desde 2014 no seguimento de serviços para o setor de mineração.  A empresa realiza estudos e consultoria em geologia, hidrogeologia, hidrologia, geotecnia, sondagem, topografia, batimetria, geofísica, aerofotogrametria com uso de drones, além de análises de laboratório e estudos ambientais