PT|

EN|

FR|

IT|

RU|

ES

Marca :: ABPM

Brasil precisa ampliar investimentos para diversificar exportações, diz o Secretário Pedro Paulo Dias

Publicada no dia 29 de Setembro de 2021

Brasil precisa ampliar investimentos para diversificar exportações, diz o Secretário Pedro Paulo Dias

Durante Webinar promovido pela ABPM, o secretário destacou que não existe espaço para uma outra mineração que não seja sustentável. Falou, ainda, sobre financiamento de projetos, inovação, garimpo ilegal e criação de uma rede colaborativa para fazer a conexão entre bons projetos e agentes financiadores.

A declaração do Secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia, Pedro Paulo Dias Mesquita, foi durante Webinar Mineração e Sociedade promovido pela Associação Brasileira de Pesquisa Mineral e Mineração (ABPM). que debateu os desafios de uma mineração mais competitiva no país.

O evento foi ao vivo, transmitido pelo youtube e teve como moderadores Luís Maurício Azevedo, presidente da ABPM, e Miguel Nery, gerente executivo.   

Pedro Paulo falou sobre investimento em pesquisa, financiamento de projetos, inovação, garimpo ilegal. Destacou a criação da Rede colaborativa, que segunda ele, tem o objetivo de “fazer a conexão entre bons projetos e agentes financiadores, trazendo visibilidade para oportunidade de investimentos.” 

O secretário frisou que o Brasil “precisa diversificar sua pauta de exportação”. Para que isso aconteça, é necessário ampliar e atrair novos investimentos em pesquisa mineral para o setor.  Entre as iniciativas do governo, Pedro Dias citou a previsibilidade e segurança regulatória. “Temos atuado no fortalecimento da agenda regulatória que vem sendo conduzida pela ANM, o desenvolvimento da cadeia de minerais de transição energética e a difusão tecnológica na mineração artesanal em pequena escala. O governo também precisa atuar fomentando o desenvomomento social e ambiental em torno de grandes projetos”, afirmou.

A revisão do Plano Nacional de Mineração 2020/2050, também está no radar do MME. Para Mesquita, essa revisão pretende avançar com conhecimento geológico e consolidar a estrutura de governança no setor de mineração no país. “Não existe espaço para uma outra mineração que não seja uma atividade sustentável”, disse Secretário.

Sobre a possibilidade de modernização da legislação, Pedro Dias avalia que as melhores oportunidades estão em pontos de consenso. “É fundamental para esse aprimoramento buscar consensos que de fato promova avanços e a competitividade do setor”, disse, destacando   que sua missão como secretário   é promover o  diálogo e interação  com setor, o governo e o parlamento.  

 

 Confira na integra